HISTÓRICO

O Prêmio José Reis foi criado pelo CNPq em 1978 como uma homenagem de reconhecimento ao trabalho do professor José Reis.

De início, o Prêmio era bienal e os candidatos eram sugeridos pela própria comissão julgadora.

Em 1982, tornou-se anual e teve o regulamento reformulado.

No período de 1983 a 2013, o prêmio contava com três categorias: Divulgação Científica e Tecnológica, ao pesquisador ou escritor como divulgador da Ciência; Jornalismo Científico, ao jornalista destaque da área, e Instituição, premiando a instituição ou o veículo de comunicação que mais apoiou a divulgação científica. Em 2014, as denominações das categorias Divulgação Científica e Tecnológica e Jornalismo Científico passaram à denominação Pesquisador e Escritor e Jornalista em Ciência e Tecnologia, respectivamente.

Desde 1995, o Prêmio é concedido de forma anual a apenas uma das três categorias, em sistema de rodízio: Pesquisador e Escritor, Jornalista em Ciência e Tecnologia e Instituição e Veículo de Comunicação.

A Edição de 2018 é destinada é à categoria Instituição e Veículo de Comunicação, que premiará a instituição (pesquisa e ensino, centros e museus de ciência e tecnologia, órgãos governamentais, instituições culturais, organizações não governamentais e empresas públicas ou privadas) ou veículo de comunicação coletiva que tenha tornado acessível ao público conhecimento sobre Ciência, Tecnologia, Inovação e seus avanços.

DESTAQUES

O CNPq apresenta, em 2018, a 38ª edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica com o objetivo de revelar e reconhecer grandes nomes que contribuem significativamente para a divulgação científica no Brasil. Inscrições abertas a partir do dia 16 de abril de 2018. Para dúvidas ou mais informações, entre em contato pelo pjr@cnpq.br ou pelos telefones 61 3211-9409 ou 9410.